Pós-Graduação em Engenharia Hidráulica e Saneamento (PPG-SHS)

 
Mestrado Doutorado
 
:: Programa de Doutorado - Processo de Seleção para Ingresso em 2017 ::
 
Considerações Gerais
 
O curso de doutorado tem por objetivo formar docentes e pesquisadores com capacidade de atuação independente e de orientar, em curto prazo, alunos de iniciação científica e mestrado. Em médio prazo, os egressos do programa de doutorado devem ser capazes de orientar projetos de doutorado, seguindo carreira acadêmica ou atuando em setores que exijam o desenvolvimento de tecnologia inovadora.
 
Inscrição
 
As inscrições no processo seletivo ocorrerão e fluxo contínuo, porém as solicitações serão examinadas apenas duas vezes por ano. Para ingresso no primeiro semestre letivo de 2017 (março), os candidatos devem encaminhar suas inscrições até 31 de outubro de 2016. Para ingresso no segundo semestre letivo de 2017 (agosto), os candidatos devem encaminhar suas inscrições até 30 de abril de 2017.
 
Os candidatos não portadores do título de Mestre poderão se inscrever no processo seletivo para o Programa de Doutorado. No entanto, se o candidato for selecionado, a matrícula deverá ser efetuada no período letivo para o qual o candidato foi admitido. Em caso contrário, a admissão no Programa de Doutorado será cancelada.
 
Documentos necessários
 
a. Curriculum vitae do candidato (Plataforma Lattes - CNPq);
 
b. Súmula curricular do orientador com máximo de 3 páginas (modelo FAPESP);
 
c. Histórico escolar da pós-graduação;
 
d. Dissertação de Mestrado (se houver);
 
e. Certificado oficial de capacitação na língua inglesa no Ato da Inscrição, com a seguinte pontuação:

TOEFL: 470 pontos
TOEFL ITP: 480 pontos
TOEFL IBT: 52 pontos
TOEIC: 550 pontos
IELTS: 5 pontos
CAMBRIDGE PET: 60 pontos
 
f. Apresentação de projeto de pesquisa em folha A4 (margem 2,5), espaço 1,5 entre linhas, letra Times New Roman - 12 pontos e máximo de 20 páginas. A primeira página deve conter apenas o título do trabalho, nome do candidato e nome do orientador. O projeto deverá ser entregue em 3 vias;
 
g. Os seguintes aspectos fundamentais devem fazer parte do projeto de pesquisa:
  • A contribuição para o conhecimento científico que a pesquisa proposta poderá trazer e,
  • Se essa contribuição é significativa e relevante para justificar a outorga de um título de doutor ou é apenas um trabalho longo, semelhante a um mestrado, porém com maior quantidade de informação.
 
h. Carta do candidato à Coordenação do Programa de Pós-Graduação manifestando interesse pelo curso;
 
i. Carta do futuro orientador à Coordenação do Programa de Pós-Graduação certificando estar de acordo com a inscrição do candidato, responsabilizando-se pelo trabalho de orientação e financiamento da pesquisa proposta;
 
j. Se houver necessidade de co-orientação, a proposta deve vir acompanhada de carta do co-orientador concordando com a proposta e de sua súmula curricular;
 
k. Taxa de inscrição no valor de R$ 100,00 (cem reais). Efetuar depósito a crédito de USP/EESC/SHS - Taxas Pós-Graduação no Banco do Brasil - Agência 3062-7 - Conta corrente nº 168.149-4 (anexar comprovante).
 
Enviar os documentos para Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Hidráulica e Saneamento, Escola de Engenharia de São Carlos - Universidade de São Paulo, Caixa Postal 359 - São Carlos - SP - CEP 13.560-970.
 
Se aprovado, o candidato deverá comprovar todas as informações apresentadas no currículo. A falta de qualquer documento implicará na desclassificação do candidato.
 
O aluno estrangeiro deverá concomitante a inscrição do processo seletivo solicitar equivalência do título de mestre junto à CPG da EESC-USP. A matrícula no Doutorado somente será possível a partir do reconhecimento do título de Mestre obtido no exterior.
 
Caso essa equivalência não seja aprovada, o candidato não poderá matricular-se, mas poderá se inscrever no processo seletivo de mestrado.
 
Não serão aceitas inscrições com documentação incompleta.
 
Doutorado Direto
 
O ingresso no Doutorado Direto, sem defesa de Mestrado, também será permitido. Nesse caso, o candidato deverá inscrever-se normalmente no Processo Seletivo para o Mestrado e cumprir todas as etapas desse processo, obtendo rendimento superior a 80% em cada uma das avaliações aplicadas. No formulário de inscrição deve ser indicado claramente que se trata de candidato ao Doutorado Direto. Ao mesmo tempo, aluno e orientador deverão enviar todos os demais documentos necessários para ingresso no Doutorado, apresentados neste Edital, para avaliação, respeitando as datas estipuladas pelo Programa.
 
Requisitos necessários para todos os candidatos a Doutorado Direto:
 
• Formação na área de Engenharia;
• Mínimo de um ano de Iniciação Científica ou outra atividade de pesquisa na área ou em área afim;
 
Sistemática de Seleção
 
O processo seletivo constará de quatro etapas:
 
Etapa 1. Avaliação do Projeto de Pesquisa
 
O candidato deverá elaborar projeto de pesquisa de comum acordo com o futuro orientador. A avaliação será feita por dois assessores, um interno e um externo, em formulário padrão (Formulários). Nota, variando de 1 a 5 será atribuída ao projeto por cada assessor. Projetos que receberem nota 1 ou 2 de, pelo menos, um dos assessores serão eliminados do processo seletivo. Projetos que receberem nota 3 dos dois assessores também serão eliminados do processo seletivo. Os nomes dos assessores permanecerão em sigilo, não podendo ser divulgados pela Coordenação do Programa ou pelo próprio assessor sob qualquer circunstância.
 
Etapa 2. Avaliação do currículo e histórico escolar
 
O currículo será avaliado e pontuado pela Comissão de Seleção de acordo com os seguintes critérios:
 
• Iniciação científica na área: 0,25 pontos por ano
• Especialização (360 horas): 1,0 ponto na área ou correlata e 0,5 ponto em outra área
• Mestrado: 3,0 pontos na área ou correlata e 1,5 pontos em outra área
• Artigo completo em anais de congresso nacional: 0,25 pontos por artigo
• Artigo completo em anais de congresso internacional: 0,5 ponto por artigo
• Artigo completo em periódico nacional: 0,75 pontos por artigo
• Artigo completo em periódico internacional: 1,5 pontos por artigo
• Livro: 2,0 pontos por livro como autor; 1,0 ponto por livro como co-autor e 1,0 ponto por livro como coordenador, organizador ou editor
• Capítulo de livro: 0,5 ponto por capítulo
• Patente de produto ou processo: 1,5 pontos por patente
• Software desenvolvido e registrado: 0,5 ponto por produto
• Experiência profissional na área: 0,25 pontos por ano, nos últimos 5 anos
• Experiência em atividades de pesquisa na área: 0,25 pontos por ano nos últimos 5 anos
• Experiência em atividade docente em ensino superior: 0,25 pontos por ano nos últimos 5 anos
 
A nota será a soma das notas obtidas na análise de currículo e na avaliação do projeto de pesquisa.
 
Etapa 3. Avaliação pela comissão de seleção
 
De forma independente da avaliação pelos assessores, a Comissão de Seleção avaliará a importância e pertinência do projeto para o Programa de Pós-Graduação em Engenharia Hidráulica e Saneamento da Escola de Engenharia de São Carlos. A competência do docente para orientar o projeto será avaliada pela Comissão de Seleção a partir da Súmula Curricular, em parecer circunstanciado que justifique a sua capacidade. Essa justificativa será baseada principalmente nas orientações anteriores e nos trabalhos publicados pelo futuro orientador.
 
Etapa 4. Homologação pela Comissão Coordenadora do Programa
 
O relatório circunstanciado referente a cada candidato será encaminhado à Comissão Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Hidráulica e Saneamento que poderá homologar o resultado ou solicitar revisão do pedido. As homologações serão individualizadas e o pedido de revisão somente será acatado quando for aprovado por dois terços dos membros presentes à reunião.
 
Resultados e Distribuição de Bolsas
 
As listas de classificados serão divulgadas no final de dezembro.
De acordo com a disponibilidade do programa, as bolsas de estudo CAPES e CNPq serão atribuídas obedecendo a lista de classificação final, resultante da composição da nota do aluno e da distribuição de bolsas entre os orientadores do programa. Essa lista terá validade no período letivo para o qual o candidato foi admitido (de fevereiro a julho de 2017).
 
 
* Publicado em 26/08/2016